O que podemos aprender juntos

A arte de cozinhar dialoga com espaços e tempos distintos, por meio das mãos e das receitas daqueles que as elaboram e as compartilham, tornando-se conhecimento, memória e história.


A experiência com os cheiros, as texturas e os sabores é muito intensa e deixa marcas afetivas.Todos nós somos afetados de alguma forma por essa vîvência, por isso sabemos qual preparo e qual alimento nos remete a alguém que amamos.


Por isso o vídeo que publicamos hoje é muito especial. A avó, ao cantar enquanto faz o pão com as crianças, permite que elas vivam uma experiência incrível, marcada de afeto, ludicidade e aprendizagens.

Mais do que saber como se faz o pão, as crianças aprendem a importância de estarem juntas, de compartilharem e de outras tantas coisas difíceis de serem nomeadas, pela singularidade de cada ser e pelos efeitos que cada experiência produz.


Em tempos de isolamento, a casa passou a ocupar o lugar de destaque na nossa vida, por isso, a cozinha voltou a ser um lugar importante, já que muitas pessoas estão redescobrindo o prazer de cozinhar e a potência criativa que esse gesto encerra.


A cozinha sempre foi um espaço permeado de narrativas, logo, diz tanto sobre nós e nossas escolhas. Quais histórias você tem contado sobre essa relação com o ato de cozinhar e com as pessoas para quem você cozinha ou que cozinham para você ?



Agradecemos à coordenadora Gilvaneide, do CEI Quatro Pilares da Educação III, à mamãe Juliane, às crianças e à avó, que juntos produziram uma receita e uma experiência recheada de beleza, alimentando todos nós.


João Lucas e João Pedro.